quarta-feira, 13 de outubro de 2010

O pregador que resistiu ao tempo – 100 anos de idade Inédito

No verão de 1930, debaixo de um carvalho alto, Otto Goins proferiu sua primeira pregação. Ele ainda se lembra do sermão pregado debaixo daquela árvore, há 80 anos atrás.
Este é o começo de uma história que Goins tem dito muitas vezes aos seus sete filhos, e também para seus netos e bisnetos. Hoje aos 100 anos ele continua pregando na igreja que ajudou a construir há 70 anos atrás.Perguntei-lhe qual é a coisa mais difícil quando se fica velho", disse Kevin Goins, um dos netos. "É esquecer as coisas?, continuou a pergunta… Otto respondeu:" Não, é lembrar-se de tudo"
Lembrando o primeiro sermão…Cerca de 25 pessoas se reuniram debaixo de um carvalho gigante naquele dia quente de julho para ouvir o jovem pregador. Eles eram da fazenda do condado de Okmulgee. Goins disse lembrar-se que estava vestindo um terno e, apesar de não gostar, teve que tirar o paletó para pregar, pois o calor era intenso.Goins hoje vive em Okmulgee House, Haydonville. Todos os domingos, com a ajuda do vizinho, vai pregar na mesma igreja que ajudara a construir 70 anos atrás. A construção da primeira Assembleia de Deus Haydonville, em 1940, teve a ajuda de alguns homens da congregação e ainda um carpinteiro, contratado pela quantia de 25 centavos. O pinheiro amarelo (madeira) ainda é tão bom como era quando construímos a igreja", disse Otto Goins, que comemorou seu aniversário dia 8 de setembro. A pequena igreja campestre com a sua torre, telhado e piso de madeira original é a estrutura mais antiga existente em Haydonville. Só os assentos não são de origem. Mas o púlpito de pinheiro natural colorido, onde Goins falou sobre redenção, da salvação e da graça, ainda está lá. Quando as portas se abriram para o seu primeiro culto a igreja tinha 224 membros. Na semana passada, Gois pregou para 25 pessoas. "
A igreja marcou seu 70º aniversário no domingo e Goins foi homenageado com um jantar. Ele disse que se converteu durante um encontro de avivamento, em 1928. Dois anos depois, se casou com a filha do comissário do condado de Okmulgee, Wilma, e sentiu o chamado de Deus para pregar."Naquela época nem todos tinham carros", disse Otto Goins. "Agora as pessoas podem entrar no carro e ir às igreja em qualquer lugar.""Eu trabalhava com gelo em Okmulgee e carregava a minha Bíblia comigo", disse Goins. "Quando eu ia até uma casa entregar o gelo, citava escrituras durante todo o caminho, até chegar à geladeira. Um dia, uma senhora chamou o meu chefe e disse que eu era um bom entregador, mas ela não precisava de sermão."
"Obedecer a Deus foi a lição mais importante que eu aprendi", disse Goins. Ele atribui a sua vida longa à Deus, e o fato de que nunca fumou, jogou ou bebeu álcool. "Eu nunca fiquei doente", disse Goins. "Não tomo nenhum medicamento e raramente tenho ido a um médico."
Todos os dias, mas especialmente aos domingos, Goins recebe a visita de seus familiares. "Quero que todos eles sejam cristãos e sirvam a Deus", disse ele. Otto e Wilma foram casados por 73 anos antes dela falecer, em 2003.
"Eu nunca fiquei decepcionado com Deus. Eu posso ver a mão de Deus em cada situação", disse Goins.
Você ainda se acha velho para pregar a Palavra de Deus?
Que tal voltarmos a pregar debaixo de um carvalho, ou seja, nas ruas?
Marcos 16: 15 "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão. Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu e assentou-se à direita de Deus. E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram. Amém!"