domingo, 29 de abril de 2012

CONHEÇA O MISSIONÁRIO HECTOR RAMON CORREA - ARGENTINA


 
Missionário Hector ramon Correa
Missionário Hector ramon Correa

Meu nome é Hector Ramon Correa, meus pais se chamam Justino Correa eDominga Brandina Correa. Eles eram pessoas do campo, agricultores. Não nasci em um lar cristão, mas somente vim conhecer a Cristo quando possuía 28 anos de idade. Me casei no ano de 1972, com Alva Martina Machado, a qual não era cristã. Temos quatro filhos: Roberto, José, Marilú Nancy.
Me converti através de uma série de programas radiofônicos. Na época a rádio era chamava Rádio Marumbi, do cantor Mateus Iensen. Em Picada Flor, onde resido até hoje, e atendo a congregação havia uma pequena igreja. Os irmãos da Rádio Marumbi sempre diziam para aquele que aceitou a Jesus pelo rádio devia procurar uma igreja evangélica mais perto de sua casa. Me dirigi então para esta pequena igrejinha e comecei a frequentar os cultos e posteriormente baixei as águas batismais. Iniciei a trabalhar na obra do senhor como porteiro, sendo depois separado ao diaconato e depois para Presbítero.
No ano de 2003, através do irmão Nelson Medeiros conheci a melhor o trabalho desenvolvido pela AME Heróis da Fé no mundo todo, e por orientação divina filiei-me a mesma. Procurei então o missionário Vilson Machado, o qual era o missionário da AME Heróis da Fé em Colônia Aurora e havia inciado a obra na cidade de 25 de Mayo. O missinário Vilson e sua esposa Rosiel vieram visitar-me, e posteriormente me autorizou a abrir a obra na Localidade de Picada Flor, Distrito da cidade de San Vicene, na província de Misiones, Argentina.
Iniciei o trabalho missionário em Picada Flor realizando o primeiro culto debaixo de um pé de bergamoteira. Neste dia vieram duas vizinhas para o culto. Uma delas se converteu a Jesus neste primeiro culto. Também posteriormente vinham muitas crianças para aceitar a Jesus. Durante cerca de 06 meses nos reunimos para fazer os cultos assim, e era realizado todos os domingos pela parte da tarde. Inicialmente não tínhamos nenhuma estrutura, músicos, energia elétrica. Minha esposa era quem puxava uns corinhos para o momento do louvor.
A primeira irmã que se converteu convidou uma parente sua para vir ao culto, tinha um câncer, e oramos por ela e Jesus a curou e ela veio a se converter, e assim a obra não parou mais de crescer.
Hoje possuímos dois pontos de pregações, um no K 27, e outro no Km 48 Paraje Tarumã. Tinhamos dificuldades para alcançar e visitar outras pessoas do interior, onde somente entra com cavalo, ou a pé. Graças a Deus posso alcançar estas pessoas com o cavalo doado pela SEMIADEPS, Secretaria de Missões da Igreja Assembleia de Deus na cidade de Paraíba do Sul/RJ. Venho agradecer publicamente pela vida desta igreja e do seu pastor Presidente, que é um grande amigo da AME Heróis da Fé e da obra missionária. Deus lhes abençoe grandemente por esta ação.
Hoje os cultos tem uma frequência de aproximadamente 30 irmãos, é uma colônia, na qual a maior parte dos irmãos vem a pé.
Deus lhes abençoe
Hector Ramon Correa.
Picada Flor, Depto de San Vicente - Argentina